Blog Pró-criança

08 abril 2020 Todas as unidades

Educadores do Pró-Criança fazem videoaulas durante isolamento

Educadores do Movimento Pró-Criança estão produzindo videoaulas para os beneficiários continuarem praticando atividades referentes aos seus cursos mesmo estando em isolamento social. A iniciativa tem beneficiado alunos de dança, música e artes.

A professora de balé clássico da Unidade Piedade, Amanda Silva, foi uma das educadoras que aderiu à idéia. Em vídeos curtos enviados por WhatsApp, a bailarina propõe uma série de exercícios de alongamento.

“É para vocês não ficarem em casa sem fazer nada. Façam com segurança”, recomenda Amanda antes das aulas.

A artista plástica e educadora Zoraia Brayner, responsável pelo projeto Mãos de Mães na Unidade Recife Antigo,  tem ensinado toda semana novas técnicas de costura para as alunas. A turma tem acompanhado os vídeos e produzido peças de tecido enquanto estão em casa.

Por meio de um grupo também no WhatsApp, o percussionista e professor da Unidade Recife Antigo, Tarcísio Resende, tem mantido os alunos ocupados com dicas e vídeos de música. O objetivo é que os jovens continuem estudando e treinando os ritmos da percussão.

Os alunos do Coletivo Jovem das duas unidades do Pró-Criança, Piedade e Coelhos, também estão recebendo conteúdo formativo. Por meio das redes sociais, como Facebook e Instagram, os educadores estão promovendo quiz educativos, enquetes e lives com conteúdos dos cursos.

Os alunos que por algum motivo não consigam acesso a internet não estão desassistidos. Segundo o educador social do projeto, Maykson Assunção a formação também é repassada via telefone. “Neste período fortalecemos nosso networking com a presença nas lives de profissionais [de outras instituições]. Estamos tentando fazer um trabalho com excelência mesmo estando em casa”, disse Maykson.

Paralisação

Devido à pandemia do novo coronavírus, o Movimento Pró-Criança suspendeu todas as atividades presenciais nas três unidades da entidade – Coelhos, Recife Antigo e Piedade – até o dia 15 de abril.

A medida atende à recomendação das autoridades sanitárias, bem como respeita os decretos Estadual e municipais e as orientações da Arquidiocese de Olinda e Recife. As instituições determinam o isolamento social para conter o avanço da Covid-19.

Icone comentário Deixe seu comentário