Blog Pró-criança

17 dezembro 2018 Unidade Coelhos

Exposição marca a formatura das alunas do projeto Mãos de Mães

Mães de jovens atendidos pelo Movimento Pró-Criança e mulheres de comunidades carentes do Grande Recife participaram, neste domingo (16), da primeira exposição do projeto Mãos de Mães. Mais de 60 peças de artesanato confeccionadas pelo grupo foram colocadas à disposição do público na unidade da ONG, no Bairro do Recife.

Nos estandes, pernambucanos e turistas encontraram artigos únicos feitos a partir da técnica da estamparia manual. Acessórios de moda, objetos de decoração para casa e peças de vestuário estiveram à venda com preços que variam entre R$ 30 e R$ 100.

“Essa exposição é especial porque mostra o resultado de muito esforço e dedicação que elas tiveram para aprender durante o curso e o evento, também, marca uma nova etapa na vida dessas mulheres, que estão começando a ganhar o próprio dinheiro com seus produtos”, afirma a educadora social do Pró-Criança e responsável pelo projeto, Vanessa Silva.

O “Mãos de Mães” foi criado em 2014 com o objetivo de trazer novas oportunidades de aprendizagem às responsáveis pelos educandos do Pró-Criança, por meio de atividades centradas na elaboração de produtos artesanais e sustentáveis. O curso gratuito tem duração de dois anos com aulas, que incluem noções de empreendedorismo e vendas, duas vezes por semana, pela manhã e à tarde, na sede da instituição, no bairro dos Coelhos.

O perfil das alunas é de pessoas que nunca tiveram contato com a arte, então elas participam de aulas de desenho, noções de estética e criação antes de começar a produzir. “A partir daí ensinamos a técnica da estamparia manual feita com moldes de emborrachado fixados em um pedaço de madeira como se fosse um carimbo” explica Vanessa.

Segundo a educadora, a escolha pela técnica é proposital. “Nossas alunas são moradoras de periferia e é preciso pensar em materiais que estejam acessíveis a elas. O emborrachado é barato e a madeira conseguimos doações de fragmentos em empresas que trabalham com essa matéria-prima”.

Neste ciclo, que teve a parceria do curso tecnológico da fotografia da Unicap, da Oficina Brennand e do buffet Bolos e Beijinhos da Sandra, dez mulheres com idades entre 30 e 65 anos participaram da formação. Além da estamparia manual e em argila, elas também aprenderam linogravura e encadernação. As alunas receberam, na abertura da exposição, os certificados de conclusão do curso e anéis de formatura.

Expoarte

A mostra do “Mãos de Mães” foi a novidade da segunda edição da Expoarte – ação cultural promovida pelo Pró-Criança que reúne as instituições filantrópicas com atuação nas comunidades dos Coelhos e do Coque, na área central da cidade. Este ano, 12 expositores apresentaram as atividades de artesanato desenvolvidas pelas ONGs.

“É uma forma de dar visibilidade ao trabalho desenvolvido ao longo do ano por essas entidades, valorizar os novos artesãos e fomentar a economia solidária”, comenta Vanessa.

Icone comentário Deixe seu comentário