Blog Pró-criança

25 abril 2019 Unidade Piedade

Pró-Criança e Serta implantarão sistema de aquaponia em Piedade

O Movimento Pró-Criança será a primeira ONG da Região Metropolitana do Recife a ter um sistema de cultivo de alimentos associado à criação de peixes implantado pelo Serviço de Tecnologia Alternativa (Serta). Conhecida como aquaponia, essa tecnologia social permite a criação dos animais e de hortaliças a baixo custo sem o uso do solo e de agrotóxicos para os vegetais.

Nesse tipo de produção agrícola, o excremento produzido pelos peixes é rico em nutrientes que alimentam as plantas que, por sua vez, filtram a água devolvendo-a para os animais. As duas estruturas são interligadas por um sistema de bombeamento que movimenta essa água.

O complexo de aquaponia tem um custo de R$ 2.000 a R$ 3.000 para a implantação. Em funcionamento, a estrutura tem uma capacidade de produção de até 70 pés de hortaliças como alface, alho poró, couve e manjericão, que podem ser colhidos para consumo ou venda a cada 40 dias.

O tanque, onde vivem os peixes, pode receber de 75 a 100 animais alimentados à base de ração. A tilápia será a espécie utilizada por apresentar resistência a variações da água como alterações no PH e na temperatura.

A construção dessa estrutura é uma das expertises do Serta, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) referência em agroecologia com sede em Glória do Goitá, zona da mata de Pernambuco, e filial em Ibimirim, no sertão do Estado.

Técnicos da entidade aprovaram a implantação da aquaponia na unidade do Pró-Criança, em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, após visita ao local, nesta quinta-feira (25). Além de conhecerem o prédio principal da unidade, os representantes do Serta examinaram toda a área externa do espaço.

De acordo com a gestora da Unidade Piedade, Adriana Paiva, o projeto vai funcionar ao lado do prédio anexo próximo à quadra. O trecho escolhido deverá passar por intervenções para receber a estrutura de aquaponia nos próximos meses.

“Teremos aqui no Pró-Criança não só uma área de produção de alimentos saudáveis, livres de veneno, como também um espaço pedagógico onde será possível ensinar aos jovens e aos seus responsáveis um pouco sobre agroecologia”, afirmou o educador do Serta, Leonardo Moura.

Além de Moura, esteve presente na visita o também técnico em agroecologia, Adington Soares. Os representantes do Serta ficarão responsáveis pela instalação da estrutura e capacitação dos educandos, funcionários e voluntários do Pró-Criança para uso e manutenção do sistema de aquaponia.

Ainda no encontro, os representantes das duas instituições também firmaram o compromisso de iniciar um sistema agroflorestal (SAF) com a plantação de árvores frutíferas. “O objetivo é reduzir o excesso de água no solo e contribuir com o reflorestamento da área diminuindo também a ilha de calor”, disse Adriana Paiva.

Acompanharam a visita técnica a nutricionista do Pró-Criança, Elys Ribeiro, a coordenadora do setor infanto-juvenil da Unidade Piedade, Flávia Matos, a assessora da presidência, Roseângela Almeida, e o chefe de manutenção predial, Francisco de Assis. Além do motorista do Serta, Antônio Melo.

SAIBA MAIS SOBRE O SERTA

O Serta tem como missão formar jovens, educadores e produtores familiares, para atuarem na transformação das circunstâncias econômicas, sociais, ambientais, culturais e políticas, na promoção do desenvolvimento sustentável, com foco no campo.

A organização foi fundada em 1989 a partir de um grupo de agricultores, técnicos e educadores que desenvolviam em comunidades rurais uma metodologia própria para a promoção do meio ambiente, a melhoria da propriedade e da renda, além do uso de tecnologias apropriadas.

Icone comentário Deixe seu comentário