Blog Pró-criança

16 março 2020 Todas as unidades

Pró-Criança suspenderá as atividades a partir desta quarta

O Movimento Pró-Criança, entidade sem fins lucrativos ligada à Arquidiocese de Olinda e Recife, suspenderá todas as atividades a partir desta quarta-feira (18). A interrupção tem o objetivo de proteger os educandos, funcionários e voluntários da Covid-19, seguindo as recomendações das autoridades sanitárias e da Igreja.

A medida deve afetar cerca de 1.380 crianças, adolescentes e jovens atendidos em duas unidades no Recife (Coelhos e Recife Antigo) e uma em Jaboatão dos Guararapes (Piedade). A expectativa é de que as atividades sejam retomadas no dia 1º de abril, a depender do quadro de proliferação do novo coronavírus em Pernambuco.

Entre os eventos que serão cancelados devido à determinação está a realização da primeira capacitação do ano para novos voluntários, que estava marcada para esta quarta-feira, e a comemoração do dia nacional do contador de histórias, celebrado em 20 de março.

“O que podemos fazer neste momento para ajudar toda sociedade é contribuir com a interrupção da transmissão do coronavírus. Estamos alinhados às ações das autoridades civis e também ao que nos recomenda a Igreja e assim seguiremos monitorando a situação”, afirmou o diretor administrativo do Pró-Criança, Enoque Cavalcante.

Cestas básicas

Em reunião, nesta segunda-feira (16), o diretor-presidente do Pró-Criança, Sebastião Barreto Campello, estabeleceu com membros da diretoria, gestores e assessores da instituição que a ONG fará a entrega de cestas básicas às famílias mais carentes.

A decisão leva em conta a necessidade de manter o atendimento básico aos que mais precisam e que muitas vezes só têm acesso à refeição nas unidades da ONG. Para esses beneficiários serão doados feijão, macarrão, arroz, fuba, açúcar, soja, leite em pó, margarina, sardinha, bolacha e biscoito.

A entrega das cestas será feita uma vez por semana para as famílias que atenderem critérios socioeconômicos que serão avaliados pelos assistentes sociais e psicólogos do Pró-Criança. Os contemplados com a ação serão informados via telefone. Após o contato, a retirada dos alimentos será feita por um responsável do aluno no setor psicossocial da unidade na qual estuda.

Icone comentário Deixe seu comentário