Blog Pró-criança

18 maio 2018 Unidade Recife Antigo

Unidade Recife Antigo do Pró-Criança será consagrada à Santa Catarina de Sena

O Espaço Maria Helena Marinho – unidade do Movimento Pró-Criança no Recife Antigo – ganhará uma patrona a partir desta sexta-feira (18). O prédio, que desde 2002 acolhe centenas de crianças e suas famílias, será consagrado à Santa Catarina de Sena, doutora da Igreja.

Em evento solene conduzido a partir das 15h, o diácono Jaime Bomfim apresentará a história da santa e de sua importância como madrinha do Espaço Maria Helena Marinho. Funcionários, voluntários e famílias atendidas pela unidade também participarão de um momento de oração com a entrada da imagem e a recitação da ladainha.

A escolha de Santa Catarina de Sena como patrona da Unidade Recife Antigo surgiu há dois anos, no dia 29 de abril que é dedicado a ela, quando a imagem e a história dela chamaram a atenção dos que trabalham no local.

“No seu tempo, teólogos famosos viajavam de longe para ouvir as pregações e meditações de Santa Catarina de Sena, por causa de sua grande sabedoria, profundidade teológica e poder da Palavra. A sua motivação com os jovens também nos fez acreditar que tudo isso faz parte da missão da nossa unidade”, explica a gestora, Roseângela Almeida.

HISTÓRIA

Catarina era de uma enorme e pobre família de Sena, na Itália, onde nasceu em 1347.

Voltada à oração, ao silêncio e à penitência, não se consagrou em uma congregação, mas continuou, no seu cotidiano dos serviços domésticos, a servir a Cristo e à Igreja, já que tudo o que fazia, oferecia pela salvação das almas.

Por meio de cartas às autoridades, embora analfabeta e de frágil constituição física, conseguia mover homens para a reconciliação e paz como um gigante.

Dotada de dons místicos, recebeu as chagas do Cristo. Morreu no ano de 1380, repetindo: “Se morrer, sabeis que morro de paixão pela Igreja”.

DIA DAS MÃES

A consagração à Santa Catarina de Sena faz parte de um dia especial dedicado às mamães das crianças e adolescentes atendidos no Espaço Maria Helena Marinho. Desde às 8h, as mulheres participam de ações como limpeza de pele, sessão de fotos, palestras e apresentações artísticas de dança, teatro e música produzidas pelos jovens especialmente para elas.

Icone comentário Deixe seu comentário